terça-feira, 1 de abril de 2008

2.ª Mentira no dia das mentiras (1 de Abril)

A Câmara Municipal em parceria com a Empresa Municipal, (é a mesma responsabilidade "CMC") INOVA reconheceram (após vários testes Fisico/quimicos em laboratório credenciado e independente), que o alcatrão depositado na Reserva Ecológica Nacional, e que cobriu os afloramentos do Jurássico naquela zona, tiveram origem na obra de saneamento de Zambujal e Fornos (EM 586) e não nos quintais ou terrenos particulares dos habitantes do Zambujal. Assim a CMC iniciou os trabalhos de limpeza da área nesta zona da REN encaminhando os detritos (alcatrão, betuminosas de pavimento) para o aterro de inertes mais próximo, obrigando-se assim a cumprir o Regulamento Municipal de Ambiente (nomeadamente artigos n.º 17; 18; 19; 43; 46; 53). As máquinas (da CMC) já começaram a trabalhar para repor a paisagem na Reserva Ecológica do Zambujal - São Gião, estudada e com valor cultural pedagógico e paleontolólico.

(hoje foram vistos técnicos "topógrafos" munidos de teodolitos ou de GPS junto do terreno preparado para floresta no sítio conhecido por "pias das vacas") sem confirmação por ser dia 1 de Abril

O provébio: - "Com uma mentira se apanha uma verdade."

1 comentário:

LUIZ SANTILLI JR. disse...

Olá Carlos

Passei para te dar um abraço!

Estas coisas que tu falas, me parecem corretras, mas longe de minha vida!!

Nossos paises são muito parecidos no descaso que têm pelo dinheiro público!!

Abraço do Luiz