domingo, 6 de abril de 2008

Caminhada à beira mar "Praia da Tocha"












Veja outras caminhadas e outros olhares.
Os polietilenos, polímeros derivados do crude, (plásticos e derivados), estão fora do contexto nesta bela Praia da Tocha e das suas dunas.

O provérbio: - "Não mates mais do que podes salgar."

8 comentários:

Sifrónio disse...

Eis aqui um claro exemplo das tais "boas práticas ambientais" da Câmara Municipal de Cantanhede. Isto para não falar na destruição de parte da zona florestal da Praia da Tocha, com a extracção selvagem de areias mesmo nas barbas do executivo camarário anterior, que é da mesma linha política do actual! Boas práticas? Vão bugiar!

Júlia Galego disse...

É uma pena a falta de cuidado das pessoas que não têm qualquer preocupação com os lixos que abandonam em qualquer lado.
Embora, no caso da Praia da Tocha, possam ter origem em qualquer lixeira e ido parar ao mar por desleixo de quem devia prevenir estas situações.
Por aqui, no interior alentejano, o espectáculo é o mesmo.
Custa-me muito, por exemplo, ir à albufeira do Caia por causa do lixo lá deixado pelos passeantes de fim-de-semana (portugueses e espanhóis).
Só quando estas práticas constituirem uma censura social é que, julgo, não haverá atentados contra o meio ambiente.
Em todo o caso, na Praia da Tocha há coisas muito bonitas. Aquela florinha...
Cumprimentos

Sifrónio disse...

Julia Galego, certamente conhece algum país estrangeiro. Vou dar-lhe um exemplo: Nas praias do sudoeste Francês há WC para cães. São uns cubículos com areia, que todos os cães conhecem. Aqueles cubículos são limpos permanentemente por funcionários, da Câmara Municipal. Em Portugal o que é que acontece? A Senhora vai passear o seu cãozinho, ele defeca no passeio e é a Senhora que, com um saquinho que previamente meteu no bolso, apanha o cócó do seu cão e o mete no bolso outra vez, porque não tem ali perto, sítio onde o possa pôr! Acha isto correcto? Eu não! Que triste espectáculo! Os impostos municipais servem para quê em Portugal? É óbvio que as pessoas têm culpa, mas está mais que provado que os Portugueses, foram, são e serão sempre, "bem mandados". É preciso é saber mandá-los!
Um abraço.

Arsénio Mota disse...

Sim, «aquela florinha»! É uma verdadeira beleza. Parabéns ao Carlos, fotógrafo atento ao que é rasteiro mas terno e mesmo comovente na sua beleza frágil e exposta. Apetece-me roubar-lha para o meu blogue, talvez não se livre disso!
Abraço cordial,
Ars

Carlos Rebola disse...

Um abraço amigo Arsénio
Esteja à vontade com as minhas fotos que agora são de todos.
Obrigado pela visita
Carlos Rebola

Carlos Rebola disse...

Obrigado pela visita sifrónio.

As boas práticas vêm-se, não se reclamam com prémios.
Obrigado pelo teu apoio.
Um abraço
Carlos Rebola

Carlos Rebola disse...

Obrigado Júlia
A Praia da Tocha é muito bonita, tem um areal maravilhoso, as dunas são lindas e escondem coisas bonitas, como aquela e outras forinhas, plantas e animais. É pena que o lixo também se veja por lá. O que está bem deveria ser a norma, por isso nunca é demais contribuir para que assim seja.
Temos que cuidar da limpeza da nossa casa nesta já pequena aldeia que é o nosso planeta "Terra".
Um abraço e obrigado pela visita.
Carlos Rebola

Rato disse...

Obrigado pelas fotografias. Continua!