domingo, 15 de fevereiro de 2009

"Quo Vadis?" de Henryk Stienkiewicz - "Contos da Montanha" de Miguel Torga

Desafio Literário

"Era do conhecimento geral, no Palatino, que entre os seguidores de Cristo se achavam Flávio, Domicila, Pompónia Graecina, Cornélio Pudens e Vinício. César, porém, temia que o povo não acreditasse que tais pessoas tivessem incenciado Roma, e visto que o mais importante de tudo era convencer o povo, foi adiado o castigo e a vingança contra esses patrícios."
(Henryk Sienkiewicz - Quo Vadis? Tomo II - EDICLUBE 1995 - pag. 161 linha 5)



"Cozinhava, tratava dos vivos, chegava praticamente onde os outros chegavam. Só não engravidava."
(Miguel Torga - Contos da Montanha - 15.ª edição - Gráfica de Coimbra - Abril de 1991 - pág. 161 linha 5)

Pena é que os Neros e Césares (romanos), sejam demasiado férteis e a cozinheira dos "contos da montanha" que tratava dos vivos, não podia engravidar. Até quando este maldito paradigma dos mais fracos terem que pagar as favas aos mais fortes?

Este foi um desafio que o José Vieira lançou e que aceitei, em vez de um livro ficam propostos dois. A explicação do desafio está aqui Literatura , todos os visitantes estão desafiados, verão que é interessante por nos fazer abrir vários livros lá do fundo da estante e no mínimo ler a linha 5 da página 161, nalguns encontrei ilustrações, aconteceu na "Divina Comédia" de Dante ilustrada por Doré.

O Provérbio: - "Não há livro tão ruim que não tenha alguma coisa boa"

3 comentários:

Mariazita disse...

Porque me vou ausentar, a partir de hoje à noite e até meados da próxima semana, não poderei, neste período, fazer, como tanto gosto, as habituais visitas e comentários.
No entanto deixarei programado (assim espero!) um post para ser publicado na quinta-feira (Anita) e outro para domingo, que, se quiseres, podes ir ver.
Hoje ainda, tenciono publicar no Lírios.
Até ao meu regresso.
Bom Carnaval.
Beijinhos
Mariazita

PS - ADORO MIGUEL TORGA. QUANDO REGRESSAR VENHO CÁ VER...

advheleno disse...

Bem,bem..."Até ao meu regresso...Beijinhos"? Quo Vadis?
O GANDARÊS gosta de Henryk Stienkiewicz, e também de brincar com as pessoas de quem gosta.
Um grande abraço d´O GANDARÊS, para o Ferroada e um beijo para a Mariazita que parece que vai ficar no grupo maravilhoso que é o nosso.

xistosa - (josé torres) disse...

Não sou contra os desafios, mas nos primórdios da humanidade, isto por volta de Setembro de 2006, aceitei um desafio e depois tinha que o trespassar, antes fosse issso, tive q«então que o perspassar.
Houve quem não entendesse e não insultou, mas quase.
A partir disso, deixei bem expresso nos m/blogs que não aceito desafios.
Não é este o caso de responder, mas de passar a batata quente.
Como não gosto de ser violentado, também procedo do mesmo modo. Acresce que por vezes tenho dificuldade em colocar figuras, gifs e sei lá ... como não "pesco" nada disto, não me aventuro no mar alto.
Não é este o caso e de livre vontade, faço-lhe a vontade ... gosto de palinfrasias ...

Como ia para o hospital, comprei uns livros, estou a ler, "GOA, História de Um Encontro" de Catarina Portas e Inês Gonçalves, da editora Almedina.

Então na página 161 ... (por acaso, não é uma imagem):
""Ah! Esqueci esta gente ...exclama ao descobrir uns gigantes ingleses a pastar no salão, ruminando comparações co Buckingham. Todo o santo dia, incansavelmente, cumpre o seu papel de dona desta casa. É do valor do agradecimento por tal solicitude que ela e a sua residência sobrevivem."

São palavras de Aida de Menezes Pereira, naturaal de Chandar, Goa e que com a independência, ficou sem as terras de arrozais, mas manteve o palacete aparatoso de dois pisos e com vidros coloridos, na praça príncipal da aldeia.


São as oito primeiras linhas porque o livro é escrito a duas colunas ...