quinta-feira, 1 de janeiro de 2009

Dia mundial da Paz

A quem pedir a paz?
Se aqueles que a podem promover, se riem das guerras que decidem e apoiam?

Se aqueles que têm poder e podem influenciar a construção dum mundo de paz, se calam enquanto se destroem pontes e constroem muros para dividir os homens?

Mais uma vez com tantos pedidos de paz e amor 2009 começa sob o lema das guerras, da fome e da miséria, miséria humana promovida por homens que se dizem humanos, aqueles que realmente são humanos sentem-se impotentes perante a barbárie, bem nutrida, bem vestida e bem falante...
Haverá paz sim quando a guerra deixar de ser um negócio chorudo à custa do sangue de inocentes, por cada bomba lançada para destruir e matar quanto lucra o seu fabricante e ou mandante?

A humanidade deveria estar livre de desumanos. Infelizmente o humanismo está a desaparecer a olhos vistos da face da terra.


O novo ano foi festejado com bombardeamentos, crimes, champanhe e fogo de artifício, não nos venham mais falar de crise, fome, pobreza, porque não dá para entender. Deve haver aqui um grande engano, ou não?


O provérbio: - "Se queres paz, evita a guerra"

Posted by Picasa

6 comentários:

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Olá Carlos!

Entrado este 2009 de má cara, chego ao teu blogue com os desejos de que, apesar de tudo, os 365 dias que já começaram a correr sejam os melhores possíveis. A estibordo e a bombordo...

Continuarei a visitar-te, dentro, claro, das minhas possibilidades que não são muitas. Por isso, sigo-te e espero que faças o mesmo comigo. Muito obrigado

Abs
«««««»»»»
Este é um texto standard para poder chegar a todos os Amigos. Peço que o aceites.

o que me vier à real gana disse...

Paz!
Feliz 2009, amigo Carlos!

xistosa - (josé torres) disse...

Caro Carlos Rebola

A paz é essa palavra que todos servimo em abundância, ás pazadas.

Tanta ... tanta que só mesmo no plural.
Como não chega, juntam-se armas e munições e então cria-se a paz.
Que se foi criada, tem que ser artificial ...

Thomas More que criou a utopia, (palavra) a partir do grego, não-lugar.
É isso a Paz, a utopia.

Fechem-se as fábricas e arsenais de guerra e talvez se consigam consensos.

Vou enviar-lhe uma coisa para ver a ferocidade e animalidade do ser humano.

Depois diga-me se a pena de morte é injusta.

Um bom ano, que nada prenuncia de bom, mas acreditemos nos nossos governantes que são pessoas de bem.
Veja-se a ajuda desinteressada ao BPP, (o que geria só fortunas).
Assim é que funciona a solidariedade ...

xistosa - (josé torres) disse...

Esqueci-me de lhe dizer.

Estou um pouco afastado desta vida.

Mais uma vez fiquei sem o disco, pifou ...

O m/filho que esteve cá de férias, colocou-me a trabalhar com um disco "emprestado".
Mas o computador está tão lento que não consigo visitar os amigos e mesmo entrar nos meus blogs.

Até dia 8, vou continuar assim a desesperar.
Um obrigado.

Adriana disse...

Passei para lhe desejar feliz ano novo.

SEM FOME ,SEM GUERRA,SEM ÓDIO,SEM LÁGRIMAS DE SOFRIMENTO...


A busca se tornará realidad a medida que lutemos pela PAZ!

Arsenio Mota disse...

Caro amigo:

A complacência, tal como as boas palavras e os votos festivos da tradição, só servem para perpetuar os problemas de sempre. É preciso criar uma nova atitude. Positiva. Que seja de intervenção, ou pelo menos de participação activa, de atenção contínua aos acontecimentos marcantes da actualidade!
Os visitantes deste blogue sabem que Carlos Rebola lutou e luta sempre por isso. Estamos fartos de palavras ocas, queremos acções concretas - de paz e de justiça contra as desgraças e as misérias do mundo!
Abraço cordial.