quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Barack Obama - Um sorriso de expectativa para quem deseja um mundo melhor

(Foto da internet)
Que este jovial sorriso, dê razões ao mundo para que a Humanidade
também tenha vontade de sorrir.
O Provérbio: - "Mais vale esperança boa que hipótese má"

14 comentários:

Anónimo disse...

o meu obaminha querido.

Anónimo disse...

Tambem espero a mesma coisa
Sr Rebola.
:) adelia

fotógrafa disse...

..a ver vamos! nada de grandes expectativas,porque o man, não tem nenhuma varinha mágica...
abraço

Sifrónio disse...

Pelo menos já começou a trabalhar e a cumprir o que prometeu na campanha eleitoral (coisa rara no mundo de hoje). Guantanamo é um exemplo.

Carlos Rebola disse...

Anónimo

Há pessoas queridas e desejadas (humanistas) e outras até odiadas (belicistas), estes últimos quando saem de cena já é muito bom.

Carlos Rebola

Carlos Rebola disse...

Adélia

Um mundo espera mudanças para melhor. Em oito anos apenas, o anterior presidente dos EUA (Bush) transformou para pior a segurança mundial, daí a nossa esperança que o Obama, que mostra ser um humanista melhor não só os EUA como o mundo em consequência.

Beijos
Carlos Rebola

Carlos Rebola disse...

Fotógrafa

É verdade que o homem não tem nenhuma varinha mágica, mas tem poder de decisão e parece-me que aquilo que ele diz querer é muito bom, talvez outros poderes tentem travar o que de bom ele deseja... esperemos que não.
Pelo menos uma coisa boa já aconteceu, a saída de Bush.

Beijos
Carlos Rebola

Maria do Carmo disse...

Também tenho esperanças de um mundo melhor.
A perfeição não existe e ele também não pode fazer milagres.
Com a situação actual vai ser muito dificil recuperar a paz e a estabelidade, so espero que o povo saiba esperar com paciência e tenha fé nele.

Ele ainda agora começou e jà està a agir positivamente.

Eu tenho fé e acredito nele.

Abraço.

Carlos Rebola disse...

Sifrónio

Estou de acordo contigo.
O que vimos na campanha eleitoral deste presidente dos EUA, deu a entender pela sua postura e carga simbólica baseada em altos valores, ultimamente desprezados, que ele é um humanista. Isto é um elevado factor de esperança.
Apesar das dificuldades que irá encontrar começou a sua administração com actos que são o começo duma caminhada desejada por todos. Mas temos que contar muitos e grandes obstáculos...
O mundo precisa de humanismo.

Um abraço
Carlos Rebola

Carlos Rebola disse...

Maria do Carmo

É nas pessoas que nos parecem boas, que temos esperança, é verdade que as pessoas não fazem "milagres", mas podem contribuir para que eles aconteçam. É isto que desejamos, dando o nosso contributo no dia a dia.
A Paz existe, basta não a destruir com estúpidas guerras.

Beijos
Carlos Rebola

Mariazita disse...

Meu caro Carlos
Acho que se criaram e continuam a criar demasiadas expectativas em relação a Obama.
Há uma coisa muito importante que é preciso não esquecer: ele não governa sozinho. Precisa ter o apoio do Senado.
Por exemplo, o Kenedy viu muitas propostas dele chumbadas no Senado, precisamente propostas para favorecer as classes mais desfavorecidas.
Esperemos que com Obama não aconteça o mesmo, e ele consiga levar a nau a bom porto.

Noite boa

Beijinhos
Mariazita

Arsenio Mota disse...

É verdade, não se pode esperar demasiado de Obama, que não governa sozinho. A esperança é muita e para já é coisa boa, mas não esqueçamos, Obama é produto do sistema e, com tantos aplausos a rodeá-lo, tem força e espaço para nos desiludir um grande bocado. De qualquer maneira, é natural que se vire muito mais para o interior dos Estados Unidos (onde há problemas urgentes e sérios a atender) do que para o exterior, onde se ouvem tantos vivas. Que ele, político, merece sem dúvida nenhuma.
Abraço apertado.

Táxi Pluvioso disse...

Oh!bama vem continuar as boas políticas de Wbush que, por falha dos Relações Públicas, o mundo esteve contra.

Não torturar. Bah, o Wbush fartou-se de dizer que a América não tortura. Oh!bama também.

Fechar Guantánamo. Grande piada, até parece que vão entregar o terreno aos cubanos. Wbush anda há que tempo a tentar impingir alguns presos a outros países. Ninguém quer. Oh!bama vai continuar Wbush, isto é, matar os da al Qaeda e mandar os outros para quem os quiser. Apesar destes representarem um problema: se sairem livres vão logo matar americanos. É a reacção natural.

Mas Oh!bama vem com a lição bem preparada, além de que com ele os clintónes regressaram ao Governo USA, as pessoas de olhos vendados pela propaganda ficarão felizes. E será possível arranjar exército para ir matar afegãos. Já chega de morrerem só americanos. Os outros povos têm de chegar-se à frente.

xistosa - (josé torres) disse...

Ando um pouco desorientado.
Perdi-me no blog.
Não é que tenha importância.
Não troco um café por nada deste mundo ... e a propósito, vou ligar a máquina.

Tenho "esperança", tal como ele enfatizou a palavra.

Mas vai ter um contra muito grande.

O comércio no mundo está a abandonar o dólar e a escolher o euro.
Tudo se transaccionava em dólares ... até que o Saddan Hussein, começou a aceitar qualquer divisa.
Seguiram-se outros, Arábia Saudita, o aliado, o Paquistão, idem.
A Venezuela e a Bolívia, entre os principais ...

Não vai ser fácil manter a flutuar uma nau cheia de rombos.

Desejo-lhe toda a sorte do mundo!