sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Uma Ideia para Portugal


In jornal "I" de 22 Janeiro 2010
Sim, de acordo, mas e o direito que temos de saber se aqueles que provocaram a crise têm rosto e se foram sancionados exemplarmente, do mesmo modo que a maioria, incluindo os mais necessitados, têm cumprido exemplarmente e sistematicamente os seus deveres, a maioria faz a sementeira mas a colheita é feita por uma minoria, parece que não é justo, ou é? Clamam transparência mas... há muitas faces ocultas ou ocultadas...A crise não será tão somente um desvio de riqueza? Para onde? É um direito ter uma resposta, ela existe basta que aqueles que a conhecem naturalmente, a dêem, então o dever será cumprido porque a sementeira é de confiança e em terreno fértil...
Já agora, com tantas comissões para tudo e mais alguma coisa, parece que não seria difícil publicar uma lista de fácil consulta, onde os cidadãos pudessem conhecer todos os seus reais direitos e deveres. Parece que o poder só se preocupa com os deveres dos cidadãos, será que todos conhecem os seus direitos? Se sim, porque é que quando os reclamam não raro levam com carga policial? Não parece muito ético e justo esta postura de estar sempre a acenar com deveres esquecendo sistematicamente e na prática o outro lado, o dos direitos. Sim sabemos que a constituição está em vigor, não sabemos é se é cabalmente cumprida, quando se é apanhado numa infinita rede de normas e regulamentos legislativos, que só alguns iluminados conhecem, escolhendo sempre as que lhes são mais convenientes, porque sobre um mesmo preceito, no mesmo edifício legislativo existem prescrições para todos os gostos. Clareza, Simplicidade e Transparência???  
Posted by Picasa

4 comentários:

Anónimo disse...

Uma ideia!
Não faltam ideias, mas sim uma ideia.

Tivemos recentemente eleições locais, no nosso concelho, que ideia se discutiu?
Respondo: nenhuma.

Mas houve ideias, nomeadamente porcos no espeto, comunicados colocados debaixo das portas pela calada da noite, copos e rodadas a rodos, porcos no especto, promessas de empregos para tirar fotcópias na Inova e na CMC, compra de notícias nos jornais locais e regionais, concursos e campeonatos de copofonia medalhados pelo vereador da cultura, porcos no espeto, missinhas, porcos no espeto, ....... e porcos no espeto.

O problema é haver tantas ideias.

Táxi Pluvioso disse...

Se vamos sancionar teríamos de recuar até Afonso Henriques. Acho que só o pai dele governou bem, passava o tempo no seu maior desporto: espadeirada nos infiéis.

Sifrónio disse...

Para complementar o comentário do sr. Anónimo copie o link abaixo cole no seu browser e veja com os seus próprios olhos.

http://fotos.sapo.pt/manage/foto.html?id=5826306

Sifrónio disse...

Volto à carga para pedir desculpa: no comentário anterior enganei-me no link. Agora é que vale!

http://sifronio.blogspot.com/2009/10/blog-post.html