terça-feira, 24 de novembro de 2009

"Mãos na Terra da Gelatina"

No encerramento do Ano Internacional do Planeta Terra a Prof.ª Dr.ª Maria Helena Henriques e a Prof.ª Dr.ª Maria José Moreno lançaram um livro didáctico para crianças e adultos que através de recitas de doces em gelatina conta a sequência temporal da formação das rochas (Terra) e o aparecimento da vida e seu desenvolvimento documentado pelos registos fósseis. Este livro de "geoculinária" retira as suas doçuras aromáticas dos frutos de Arouca e as suas formas do Geoparque de Arouca. Um livro doce que deve ser consumido por todos.
Capa do Livro, uma receita e resultados.
Vários aspectos do lançamento do livro "Mãos na Terra da Gelatina", sessão de autógrafos, assinatura do Protocolo entre o Geoparque Arouca e o Comissão Nacional da UNESCO, representação da peça "Pé de Vento na Lixeira" e Stand do Museu da Pedra.
Com a Professora Dr.ª Maria Helena Henriques no Pavilhão do Conhecimento em 21 de Novembro de 2009.

A Professora Doutora Maria Helena Henriques* tem contribuído com o seu saber e altos conhecimentos, para a motivação da defesa dos afloramentos de São Gião.
*Coordenadora do Comité Português para o Ano Internacional do Planeta Terra


O Provérbio: - "Bom livro, bom amigo"

7 comentários:

Mariazita disse...

Estou de passagem apenas para desejar um bom fim de semana.

Vou "viajar" no fim de semana, mas deixo programado um capítulo da Anita .
Assim continuarei na companhia de todos :)))

Quando regressar virei comentar.
Fica bem.

Beijinhos
Mariazita

Táxi Pluvioso disse...

Ó diabos, já estou a ficar com fome, e ainda são 9 horas. bom domingo

A. João Soares disse...

Neste início do mês festivo de Dezembro, o blogue Do Miradouro, deseja a este blogue, aos seus visitantes e comentadores um Feliz Natal, com saúde e pensamentos positivos com esperança no Ano Novo e fé num Mundo Melhor.

Abraços
João

Joalex disse...

Hoje aconselharam-me a visitar dois dos seus blogues, pois poderia encontrar coisas interessantes. Para já verifico que temos pelo menos três coisas em comum: ambos temos preocupações ambientais; vestimos a mesma farda, apesar de no meu caso ter sido apenas durante quatro anos e temos a mesma idade. Quem sabe se não fomos até filhos da mesma escola?
Os meus cumprimentos.

José Alexandre
(ex. Mar. L 251/72

Lapa disse...

Gente gira.

Boas Festas.

Do amigo lapa.

Ass. josé manuel de aguiar

Táxi Pluvioso disse...

Good weekend.

xistosa - (josé torres) disse...

Passei para ler e deixar os votos de Festas Felizes.
Que tudo se concretize conforme anseia, com saúde.

Um até já.
Cumprimentos.